parimoschi2

Parismochi apresenta trabalho de modernização da gestão municipal

 

Encontro reuniu representantes da indústria, comércio e serviços de Jundiaí e Região

Encontro reuniu representantes da indústria, comércio e serviços de Jundiaí e Região

Nesta quarta-feira, dia 12 de abril, o Gestor da Unidade de Governo e Finanças da Prefeitura de Jundiaí, José Antonio Parimoschi, participou da reunião do Forcis (Fórum Regional de Comércio, Indústria e Serviços de Jundiaí e Região). A convite do grupo que representa a sociedade civil organizada, Parimoschi apresentou o trabalho de modernização da gestão municipal, no CIESP Jundiaí.

O encontro reuniu represantes da Associação de Empresas e Profissionais do Setor Imobiliário de Jundiaí e Região (Proempi); Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP Jundiaí); Observatório Social de Jundiaí (OBS); Agência de Desenvolvimento de Jundiaí (ADEJ); Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Associação dos Bacharéis em Economia, Ciêncas Contábeis e Administração de Empresas (Abeca); Sebrae Jundiaí; SPR Network; Instituto de Arquitetos do Brasil – AU Jundiaí; Secovi SP; Associação Comercial Empresarial Jundiaí (ACE); Câmara de Comércio Indústria Brasil-China; Jundiaí Shopping; Associação dos Corretores de Imóveis de Jundiaí e Região (Acijun).

O presidente da ADEJ, Paulo Costa, destacou a importância da participação do gestor municipal na reunião do Forcis. “Parimoschi acompanhou o primeiro grupo que visitou a cidade de Maringá para conhecer o Observatório Social do Brasil”, lembrou Paulo. “Parimoschi é o coordenador técnico e o idealizador deste novo modelo de gestão e é uma honra para nós recebê-lo nesta manhã: que todos possam aproveitar o máximo esta visita”, completou.

O modelo de gestão municipal foi desenhado a partir de plataformas de serviços. Este novo mecanismo atua orientado pelas diretrizes de colaboração institucional e de intersetorialidade no âmbito governamental e extra governamental; de transparência administrativa; de qualidade do gasto, eficiência e compartilhamento na gestão; de melhoria dos indicadores institucionais, administrativos, econômicos, sociais e humanos, com ênfase nas prioridades estratégicas para o Município de Jundiaí. “Estamos começando uma nova jornada na administração municipal e fico com a sensação de que já deveríamos ter vindo aqui”, destacou, agradecendo o convite. “É importante que todos conheçam este novo modelo de gestão para que possam nos ajudar aperfeiçoar este modelo que estará em constante mutação”, explicou. “Este é um novo modelo, um modelo ousado, um sonho de consumo para todo administrador público para alavancar o desenvolvimento”, completou.

A Prefeitura de Jundiaí tem hoje sete plataformas de serviços: Saúde e Qualidade de Vida; Educação e Cultura; Governança, Finanças e Transparência; Desenvolvimento Sustentável; Inclusão e Desenvolvimento Social; Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Emprego; Segurança Municipal e Proteção do Cidadão. “Estas plataformas respondem aos anseios da população, do cidadão que paga e quer ver o retorno dos seus impostos. Nosso intuito é construir uma cidade em que as pessoas possam viver dignamente, uma cidade que olha para os menos favorecidos”, explicou. “Era importante também que criássemos mecanismos para que conseguíssemos organizar e contabilizar os resultados”, esclareceu.

Valores desta nova gestão

Austeridade, inovação, transparência, governança, fortalecimento dos vínculos, otimização dos processos, eficiência, eficácia e efetividade, visão colaborativa e sistêmica. “Nós estamos colocando o cotidiano das pessoas como tema prioritário do governo municipal, garantindo que os serviços públicos prestados pela Prefeitura tenham excelência em qualidade em toda a cidade”, destacou Parimoschi.

De acordo com o gestor municipal, o impacto deste novo modelo é bastante positivo. “Já promovemos uma redução de 28% o total dos cargos comissionados, passando de 451 para 324 cargos. Além disso, 20% dos cargos comissionados, ou seja 65 cargos, foram preenchidos por profissionais de carreira”, explicou destacando a reforma administrativa promovida pela Prefeitura. “Com esta reforma, vamos conseguir economizar aproximadamente R$ 40 milhões, em 4 anos de gestão”, destacou, ressaltando que os recursos economizados serão redirecionados para reforçar a prestação de serviços nas áreas de saúde, mobilidade, educação e competitividade.

O diretor titular do CIESP Jundiaí, Mauritius Reisky, reforçou que as entidades precisam estar em sintonia com a nova administração. “Para que possamos recomeçar, temos que ter um ambiente de confiança mútua restabelecido. Hoje, existe uma desconfiança muito grande entre as pessoas e entre os modelos de negócios”, alertou. “Jundiaí é um ponto fora da curva. Conseguimos manter aqui, de forma muito sólida e coesa, um relacionamento muito estreito entre o poder público e a sociedade civil organizada e isso vem fazendo a diferença para o desenvolvimento de nossa cidade há mais de 20 anos”, comentou.

Mauritius espera que o Forcis mantenha sua cadeira e sua participação no Conselho Deliberativo da Aglomeração Urbana de Jundiaí. “Nós temos aqui um modelo criado e estabelecido extremamente sólido para que possamos sair na dianteira neste ciclo de recuperação”, destacou.

Parimoschi se comprometeu a voltar para atualizar os resultados deste novo modelo de gestão municipal.Parimoschi se comprometeu a voltar para atualizar os resultados deste novo modelo de gestão municipal. Ele anunciou ainda que na próxima segunda-feira (17) o prefeito Luiz Fernando Machado vai lançar um aplicativo para dispositivo móvel (APP) que vai oferecer 70 serviços para facilitar a vida da população. “Uma das nossas metas é colocar em prática um governo digital para facilitar a vida do cidadão”, explicou. “Estamos buscando uma administração mais eficiente, com menos papel e as pessoas poderão levar e acompanhar o governo na palma da mão”, completou.

 
Cíntia Souza – Assessoria de Comunicação