Proempi se reúne com nova gerente da Cetesb Jundiaí

cetesb1

A Associação de Empresas e Profissionais do Setor Imobiliário de Jundiaí e Região (Proempi) mantém um relacionamento com todos os órgãos ligados ao setor imobiliário e da construção civil a partir do Projeto Relacionamento. E foi com este intuito que se reuniu com a nova gerente da Cetesb Jundiaí, Renata Nogueira de Araujo Loes, no dia 4 de agosto.

O encontro contou com a presença do presidente da Proempi, Marcio Vioti; do diretor regional do Secovi SP, Ricardo Benassi, além de conselheiros, diretores e associados da entidade. Pela Cetesb Jundiaí, participaram, além de Renata, Marta Lorente Escoura e Carlos Roberto Fanchini. “O nosso intuito deste encontro é para nos apresentarmos e nos colocarmos à disposição da Cetesb, dentro das nossas possibilidades”, explicou Vioti.

Para o diretor regional do Secovi SP, a Proempi, assim como o Secovi SP, é a troca de informação e conhecimento. “A Proempi é uma entidade, cujos profissionais que atuam no setor se reúnem para debater e buscar melhorias para o setor com foco em sustentabilidade”, reforçou.

Renata esclareceu que a Cetesb tem 45 agências espalhadas pelo Estado de São Paulo. “Jundiaí á a agência de maior demanda em todo o Estado em solicitações: somos uma equipe unida e diversificada em profissionais de diversas especialidades. Temos aqui uma equipe multidisciplinar para atender todas as demandas”, explicou a gerente que assumiu a agência de Jundiaí em maio deste ano.

De acordo com Marcio, a grande demanda da Cetesb em Jundiaí a torna conhecida no Estado. “No Secovi SP, a Cetesb Jundiaí é referência em atendimento e atuação, mas ainda assim sentimos com os prazos de aprovação dos projetos”, explicou

Walter Costa e Silva lembrou o antigo gerente da Cetesb, Domênico Tremaroli, para exemplicar que desde a chegada dele em Jundiaí, o empresário começou a mudar sua maneira de pensar e a entender que deveria investir no meio ambiente. “Foi assim que conseguimos que hoje a cidade tivesse 10 parques municipais e mais de 1 milhão de árvores plantadas em 16 anos. Hoje, todos os empresários tem esse pensamento de se preocupar com o meio ambiente e que isso agrega valor ao empreendimento”, destacou.

Sistema digital
A aprovação com prazos mais razoáveis também é uma preocupação da Cetesb. “Nós temos os mesmos objetivos de vocês: analisar e agilizar a aprovação de projetos”, garantiu Renata. “Estamos promovendo a implantação de um sistema digital dos processos, o que acreditamos que vá facilitar e agilizar os prazos. A partir deste sistema, as pessoas vão anexar os documentos on-line”, explicou, adiantando que cada arquivo deverá ter até 10 megas de tamanho e não haverá impedimento no número de arquivos anexados. “Para dar entrada nos processos, os arquivos podem ser anexados digitalmente, mas é importante que para a vistoria, que os profissionais mantenham, na obra, uma planta impressa para efeito de fiscalização”, completou.

De acordo com o presidente da Proempi, a desburocratização dos processos afetaria, diretamente, nos prazos de aprovação. “Nosso papel como entidade é atuar a partir das demandas dos nossos associados, junto aos órgãos competentes. Gostaríamos de agradecer a oportunidade e nos colocarmos à disposição. Que este encontro possa trazer soluções para problemas que afetam tanto a Cetesb, quanto a Proempi”, ressaltou Marcio Vioti.

 

Cíntia Souza – Assessoria de Imprensa